29 de jun de 2013

Bandeira Brasileira


Aos pais

Lição de Ano Novo
Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída.
Aprendemos que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.
Aprendemos que perdemos tempo nos preocupando com fatos que muitas vezes só existem na nossa mente.
Aprendemos que é necessário um dia de chuva para darmos valor ao Sol, mas se ficarmos expostos muito tempo, o Sol queima.
Aprendemos que heróis não são aqueles que realizam obras notáveis, mas os que fizeram o que foi necessário e assumiram as consequências dos seus atos.
Aprendemos que, não importa em quantos pedaços nosso coração está partido, o mundo não pára para que nós o consertemos.
Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim.
Aprendemos que amar não significa transferir aos outros a responsabilidade de nos fazer felizes. Cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.
Aprendemos que o que faz diferença não é o que temos na vida, mas QUEM nós temos. E que boa família são os amigos que escolhemos.
Aprendemos que as pessoas mais queridas podem às vezes nos ferir. E talvez não nos amem tanto quanto nós gostaríamos, o que não significa que não amem muito, talvez seja o máximo que conseguem. Isso é o mais importante.
Aprendemos que toda mudança inicia um ciclo de construção, se você não esquecer de deixar a porta aberta.
Aprendemos que o tempo é precioso e não volta atrás. Por isso, não vale a pena resgatar o passado. O que vale a pena é construir o futuro.
O nosso futuro ainda está por vir.
Então aprendemos que devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos.

Aos Pais


GIRASSOIS E MIOSÓTIS

             O girassol é a flor raçuda que enfrenta até a mais violenta intempérie e acaba sobrevivendo.
            Ele quer luz e espaço e em busca desses objetivos, seu corpo se contorce  o dia inteiro.
            O girassol aprendeu a viver com o sol e por isso ele é forte.
            Já o miosótis é plantinha linda, mas que exige muito cuidado.
            Gosta mais de estufa.
            O girassol se vira... e como se vira!
            O miosótis quando se vira, vira errado. Precisa de atenção redobrada.
            Há filhos girassóis e filhos miosótis.
            Os primeiros resistem a qualquer crise: descobrem um jeito de viver bem, sem ajuda.
            As mães chegam a reclamar da independência desses meninos e meninas, tal a sua capacidade de enfrentar problemas e sair-se bem.
            Por outro lado há  filhos e filhas miosótis que sempre precisam de atenção.
            Todo o cuidado é pouco diante deles.
            Reagem desmesurada mente , melindram, são mais egoístas que os demais, ou as vezes mais generosos e ao mesmo tempo tímidos, caladões.
            Eles estão sempre precisando de cuidados.
            O papel dos pais é o mesmo do jardineiro que sabe das necessidades de cada flor, incentiva ou poda na hora certa.
            De qualquer modo fique atento.
            Não abandone demais os seus girassóis porque eles também precisam de carinho... e não proteja demais os seus miosótis.
            As rédeas permanecem  com vocês... mas também a tesoura e o regador.
            Não negue, mas não dêem tudo o que querem: a falta e excesso de cuidado matam a planta...

                                                      Autoria: José Fernandes de Oliveira - Padre Zezinho

Aos Pais

REUNIÃO DE PAIS
"Tudo vai passar.
Eles vão crescer e dispensar nosso colo.
Vai chegar a fase em que os amigos serão mais importantes que os pais.
Que nossas demonstrações de afeto serão consideradas um grande mico.
Que em vez de torcemos para que eles durmam, torceremos pra que cheguem logo em casa.
Que não se interessarão pelos velhos brinquedos.
Que o alvoroço na hora do almoço, dará lugar a calmaria.
Que os programas em família serão menos atrativos que o churrasco com a turma.
Que dirão coisas tão maduras que nosso coração irá se apertar.
Que começaremos a rezar com muito mais frequência.
Que morreremos de saudade de nossos bebês crescidos.

Por isso...

Viva o agora.
Releve as birras.
Conte até 10.
Faça cosquinhas.
Conte histórias.
Dê abraços de urso.
Deite ao lado deles na cama.
Abrace-os quando tiverem medo.
Beije os machucados.
Solte pipa.
Brinque de boneca.
Faça gols.
Comemorem.
Divirtam-se.
Acorde cedo aos domingos pra aproveitar mais o dia.
Rezem juntos.
Estimule-os a cultivar amizades.
Faça bolos.
Carregue-os no colo.
Faça com que saibam o quanto são amados.
Passem o máximo de tempo juntos...

...assim quando eles decidirem partir para seus próprios voos, você ainda terá tudo isso guardado no coração!"
(Autor desconhecido)

22 de jun de 2013

20 de jun de 2013

Decomposição dos Números

Monte e desmonte: componha e decomponha o número 10!

Ah! Não deixe de reforçar a cada contagem realizada a noção de que cada elemento representa uma unidade e que o grupo de 10, uma dezena!
Brinque com a matemática!
 

Fonte: SEFE

17 de jun de 2013

Festa Junina - Atividade


Balão Junino


                                               BALÃO DE FESTA JUNINA
Material:
    Papel colorido
    Fitas coloridas
    Fita adesiva
Como fazer o balão:
1. Corte oito círculos de papéis coloridos. Risque um triângulo em cada um e dobre o papel seguindo as linhas.
2. Pegue quatro círculos e cole uma abinha na outra, formando um “chapeuzinho”. Prenda fitas de tecido com a fita adesiva.
3.Repita a montagem com os outros quatro círculos (antes de colar o último, prenda uma fita no meio do balão). Cole as duas partes formando o balão. Ele está pronto!

Festa Junina - Produção Textual - Balão




Fonte: supertiras.oiarte

14 de jun de 2013

Alfredo Volpi

Alfredo Volpi
Alfredo Volpi: um dos principais representantes da 2ª Geração da Arte Moderna Brasileira
  
 Nome Completo 
Alfredo Foguebecca Volpi

Quem foi
Alfredo Volpi foi artista plástico ítalo-brasileiro. É considerado um dos principais artistas da Segunda Geração da Arte Moderna Brasileira. Ganhou destaque com pinturas representando casarios e bandeirinhas de festas juninas (sua marca registrada).

Nascimento e Morte
Alfredo Volpi nasceu na cidade de Lucca (Itália) em 14 de abril de 1896.Morreu na cidade de São Paulo (Brasil) em 28 de maio de 1988.

Realizações:
- Atuou como pintor decorador de residências de famílias da alta sociedade paulistana, fazendo pinturas em paredes e murais;
- Ganhou o prêmio de melhor pintor nacional na Bienal de Artes de 1953;
- Fez afrescos na Capela São Pedro de Monte Alegre
- Participou da 1ª Exposição de Arte Concreta em 1956.

Estética
- Explorou as formas e composição de cores com grande impacto visual.
- Nos anos 50 enveredou para o campo do abstracionismo geométrico. Foi neste período que começou a retratar bandeirinhas de festas juninas.

Principais obras de arte
- "Mulata"  - "Fachada e Rua" - "Festa de São João" - "Grande Fachada Festiva" - "Fachadas" - "Sereias" - "Bandeirinhas" - "Bandeirinhas Geométricas" - "Mastro de São Pedro" - "Madona" - "Dom Bosco" 

FONTE: SUA PESQUISA



                             BANDEIRINHAS GEOMÉTRICAS                    BANDEIRINHA
FESTA DE SÃO JOÃO